SS Lazio Brasil - O espaço biancoceleste no Brasil

SS Lazio Brasil

O espaço biancoceleste no Brasil

Flop 5: os piores atacantes contratados pela Lazio nos últimos anos

Postado em 28 de julho de 2017 por



Perto de concluir uma janela de transferências pouco movimentada, a Lazio fechou nesta sexta-feira (28) a contratação do equatoriano Felipe Caicedo para reforçar o setor de definição. O atacante, que estava no Espanyol, marcou a belezura de dois gols em 28 partidas na última temporada pelos blanquiazules e certamente não era o reforço que o torcedor da Lazio esperava para o ataque.

No entanto, conhecendo a dupla Igli Tare e Claudio Lotito, diretor e presidente do clube, respectivamente, o laziale fica sequer surpreso com a contratação de um centroavante do porte de Caicedo, visto que não é de hoje que os dois tem trazidos para jogar em Roma algumas ínguas para jogar lá na frente, que pouco fizeram e definitivamente não deixaram saudade.

Abaixo, listamos alguns dos mais imprestáveis pontas de lança contratados pela dupla. Como seria praticamente impossível escolher um pior, essas inhaças estão listadas em ordem cronológica de passagem pelo clube.

Emiliano Alfaro

Me diz se uma desgraça dessas tem jeito de jogador de bola

Não sei, talvez esperando um novo Cavani ou Suárez, a Lazio pagou, em janeiro de 2012, três milhões de euros num atacante do Liverpool de Montevidéu, que tinha acabo de fazer sua primeira (e única!!!) aparição com a seleção de Óscar Tabárez. O menino Alfaro não poderia ter feito uma melhor estreia: foi titular na goleada de 5 a 1 sofrida diante do Palermo. No final, jogou oito vezes e nada de gol. Foi emprestado ao Al Wasl, onde ele iludiu os sheiks e fez um monte de gol no deserto, e depois retornou à Lazio para passar uma temporada inteira no banco, sem jogar um minuto, antes de voltar ao Liverpool de Montevidéu. Como seu contrato com a Lazio não acabava nunca, o Lotito e Tare conseguiram vendê-lo (!) para um time da TAILÂNDIA, mas nem aí ele conseguiu jogar e, no ano passado, rescindiu seu contrato em acordo com os tailandeses. Depois disso não tivemos mais notícias dele.

Louis Saha

Saha no momento mais significativo de sua passagem por Roma

Saha no momento mais significativo de sua passagem por Roma

Certo, Saha tem um currículo importante, principalmente na Premier League, em times como o Manchester United, e na seleção da França, com a qual disputou a Copa do Mundo de 2006. Mas em 2013, o parisiense tinha 35 anos e havia acabado de rescindir na metade do caminho o seu contrato, em acordo mútuo com o Sunderland, onde jogara seis meses sem marcar um golzinho sequer. Eis que Tare e Lotito acharam uma boa ideia trazê-lo para disputar o restante da temporada. Resultado: seis partidas disputadas e um total de zero gols.

Brayan Perea

É…

Ainda os 24 anos, Perea continua na Lazio, mas já perdemos todas as esperanças que um dia depositamos nele. Lá em 2013, o clube biancoceleste contratou o promissor atacante colombiano junto ao Deportivo Cali com meses de antecedência, pagando dois milhões e meio de euros por El Coco. Pior que ele até começou bem, marcando até gol pela Europa League, mas parou por aí. Na temporada seguinte, Perea começou uma peregrinação pelas segundas divisões da Europa, sendo emprestado a Perugia (Itália), Troyes (França) e Lugo (Espanha). Retornou à Lazo agora em 2017 e, caso não seja negociado novamente, disputará posição no banco com Caicedo (risos).

Hélder Postiga

¯\_(ツ)_/¯

¯\_(ツ)_/¯

Um ano depois de trazer Saha para conhecer a Cidade Eterna, Lotito e Tare resolveram repetir a dose, buscando outro jogador com passagens em praças importantes da Europa, mas que, aos 32 anos estava longe dos seus melhores dias, se é que ele os teve. O ponta de lança português chegou à Lazio no final de janeiro de 2014, tomado de empréstimo junto ao Valencia, com opção de compra por parte do clube romano. Foram, no total, cinco jogos e nenhum gol marcado. Felizmente a Lazio não exerceu a opção de compra e Postiga foi ser ruim em outras praças.

Filip Djordjevic

Sad reactions only

O que dizer desse cara? Assim como Perea, ele foi anunciado bem antes de chegar. Seus números no Nantes, da França, eram bastante razoáveis e ele meteu logo uma tripletta numa goleada contra o Palermo. A gente pensou: “Dessa vez, Tare e Lotito acertaram”. Ledo engano. Logo o camisa 9 se lesionou e, ao retornar, não enganou mais ninguém, mostrando realmente a que veio: ficar no banco, entrar no final do jogo pra dar umas trombadas, arrumar umas brigas, fazer raiva e só.

Enfim, como deu pra perceber, a gente já está habituado com esses infelizes vestindo nossa camisa. Boa sorte ao Caicedo e tomara que não precisemos futuramente adicionar sua foto nesse post aqui. Que Miroslav Klose abençoe, amém.

Buscar no Blog